September 24, 2020

Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha

    Damares faz grave alerta para aumento de estupros contra recém-nascidos no Brasil Featured

    A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, participou com o presidente Jair Bolsonaro da live semanal nesta quinta-feira (27).

    Ela fez um grave alerta para o aumento da violência sexual contra crianças e principalmente contra bebês.

    De acordo com ela, embora os registros do Disque 100 tenham caído 17%, o número de abusos cresceu com o isolamento social, porque a maior parte dos algozes, nesses casos, são parentes e pessoas próximas e os indícios de violência eram identificados principalmente na escola, pelos professores.

    Além disso, Damares afirmou que houve aumento no número de estupros a recém-nascidos, mas não informou quais seriam estes números.

    Seriam milhões de reais circulando na indústria pornográfica infantil. Uma única imagem de um bebê sendo abusado, no Brasil,  pode custar entre R$ 50 e R$ 100 mil, segundo a ministra.

    “E tenho uma notícia triste: no Brasil, já é possível pagar para assistir o abuso de uma criança ao vivo online. Estamos no caos. Não é invenção da direita. E o ministro da Justiça e o nosso ministério vão fazer esse enfrentamento no mundo online. Isso sim são Direitos Humanos”, apontou. “São milhões de reais nessa indústria pornografia infantil”, acrescentou, afirmando que  o Brasil está produzindo imagens para o mundo todo.

    Damares salientou que o governo federal não vai tratar pedofilia como doença ou como algo que se justifique, mas como crime organizado.

    “Nós não aceitamos relativizar a pedofilia neste governo. A pedofilia não se relativiza, não se justifica, não se minimiza e não se explica. A pedofilia se enfrenta. Não adianta dizer que nós vamos colocar tudo no quadro de doença. Nós não vamos. Nós vamos enfrentar como crime e crime organizado”, declarou.

    A ministra também falou da perseguição que tem sofrido por colocar em debate a pauta do combate à pornografia infantil.

    “Tem muita gente que está combatendo a ministra porque não quer ver essa pauta avançar. Nas últimas três semanas eu virei alvo de todos os tipos de perseguição. Atenção, quem está entrando na onda de perseguição à ministra: quem está por trás? Quem está financiando? Essa indústria é rica, mas este governo não tem medo de crime organizado! A gente vai fazer o enfrentamento e nós vamos salvar os bebês (…) Nós vamos pegar todo mundo”, finalizou.

    FONTE: TERÇA LIVRE

     
    Rate this item
    (0 votes)

    Leave a comment

    Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

    Ad Sidebar
    © 2019 CGN. All Rights Reserved. Designed By uss