December 03, 2020

Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha

    Calçadão de Copacabana ganha estátua em homenagem a Ayrton Senna Featured

    Há alguns anos, quem passeia pela orla da zona sul do Rio de Janeiro costuma se deparar com estátuas de algumas celebridades da cultura brasileira que já estão falecidas. Entre elas estão Carlos Drumond de Andrade e Dorival Caymmi, em Copacabana; Tom Jobim, em Ipanema; e Clarice Lispector; no Leme. Neste fim de 2019, esse time de escritores e músicos ganhou a companhia de mais um compatriota, mas dessa vez famoso pelos feitos no mundo esportivo: o piloto Ayrton Senna.

    A estátua de bronze do tricampeão da Fórmula 1 está instalada desde a sexta-feira (27) no calçadão de Copabacana, em frente ao Hotel Copacabana Palace. A novidade chama a atençao de cariocas e turistas e muitos deles não perdem a oportunidade de posar para fotos.

    A escultura foi doada pela agência de viagens virtual Hurb - Hotel Urbano. "Só queria dizer que preparamos um presente pra cidade! Uma estátua em tamanho real do Ayrton Senna para homenagear um dos maiores brasileiros de todos os tempos", anunciou a empresa pelas redes sociais.

     Estátua do piloto Ayrton Senna em tamanho real é instalada no calçadão de Copacabana

    O artista responsável pelo trabalho é o escultor Mario Pitanguy. Ele retratou Senna em tamanho real trajando uma macacão. O piloto está no degrau mais alto de um pódio e celebrando uma vitória com a bandeira do Brasil nas mãos.

    Na tarde de hoje (28), Pitanguy compartilhou em suas redes sociais uma foto de vários turistas interagindo com a estátua. "Para mim, esse é o verdadeiro significado desta foto: 'Acredite nos seus sonho! Invista em seu trabalho, estude duro! No final tudo valerá a pena!'", escreveu.

    Ayrton Senna foi campeão da Fórmula 1 nos anos de 1988, 1990 e 1991. Ele morreu em 1994 após um acidente no Grande Prêmio de San Marino. Seu funeral e velório provocaram uma grande comoção em todo o Brasil. Sua morte completou 25 anos em maio deste ano. Ainda hoje, ele detém recordes na principal categoria do automobilismo. Ao todo, o piloto brasileiro participou de 161 corridas da Fórmula 1, alcançando 41 vitórias, 80 pódios, 65 pole positions e 19 voltas mais rápidas.

    FONTE: AGÊNCIA BRASIL

     

    Rate this item
    (0 votes)

    Leave a comment

    Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

    Ad Sidebar
    © 2019 CGN. All Rights Reserved. Designed By uss